Toxina Botulínica e Ácido Hialurônico: diferença entre os tratamentos estéticos mais procurados.

A Toxina Botulínica e o Ácido Hialurônico são os queridinhos de médicos e pacientes. Ambos os procedimentos são eficazes para amenizar rugas, prevenir sinais profundos, combater a flacidez, e ainda aumentar ou repor o volume dos lábios, perdido com o tempo - talvez por isso seja tão comum confundir os dois.

 

Mas não se engane: existe uma diferença entre os dois tratamentos. A Toxina Botulínica age paralisando o músculo e impede a contração muscular, que forma a ruga; nas rugas já existentes, a substância relaxa os vincos. Já o Ácido Hialurônico repõe o volume perdido de determinadas áreas da face, preenche sulcos e melhora o contorno do rosto. Vamos saber mais sobre cada um deles?

 

Toxina Butolínica

Também conhecida com o nome comercial de Botox, esta toxina é produzida por uma bactéria chamada Clostridium Botulinium. A substância é usada para correção de rugas e marcas de expressão, paralisando o músculo e consequentemente impedindo a contração muscular. Sua aplicação é indicada para as rugas da testa, a glabela (espaço entre as sobrancelhas), os “pés de galinha” e rugas ao redor dos olhos.

 

Os efeitos da Toxina Butolínica duram, em média, de 4 a 6 meses. O período entre as sessões varia de paciente para paciente e para que o resultado seja efetivo é preciso fazer sempre uma manutenção.

 

Ácido Hialurônico

O ácido hialurônico é uma substância naturalmente presente no organismo humano. Por isso, sua rejeição pelo organismo é raríssima. Trata-se de uma molécula de açúcar que atrai e retém a água ao seu redor, dando mais viço, firmeza e textura homogênea à pele. Com o passar dos anos, sua concentração na pele diminui, promovendo o surgimento de rugas e ressecamento. Para o rejuvenescimento da pele, pode-se usar o ácido em várias formas, sendo a injetável a mais procurada e eficaz.

 

Os resultados das aplicações surgem logo após o procedimento, e duram entre 6 meses e 2 anos, dependendo do organismo de cada paciente e da profundidade de cada região afetada.

 

Cuidados

Os profissionais indicados para realizar os dois procedimentos são dermatologistas e cirurgiões plásticos. Mesmo sendo tratamentos com poucas reações adversas, há casos de contraindicações em portadores de doenças autoimunes como lúpus, grávidas, mulheres em processo de amamentação, pessoas imunossuprimidas e alérgicos a qualquer componente das formulações.

 

Tem dúvida? Quer perguntar algo? Na Nova Pelle, temos dermatologistas à disposição para orientar sobre os melhores tratamentos médicos e procedimentos estéticos para você.

 

www.novapelle.com.br

 

Contatos: (61) 3447-2000 / 3447-2007
________________________
Conte com nossas especialidades:
• Angiologia
• Dermatologia
• Endocrinologia
• Otorrinolaringologia
• Nutrição
• GO / Obstetrícia
• USG
• Doppler

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

April 19, 2018

March 29, 2018

March 22, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags