Tudo sobre o DIU

Há milhares de anos, as pessoas têm usado diferentes métodos de controle de natalidade. Enquanto o famoso anticoncepcional é conhecido, métodos como o DIU não são tão falados assim. Porém de uns anos para cá, muitas mulheres estão preferindo trocar a pílula anticoncepcional por diferentes tipos de métodos anticonceptivos, já que muitos desses métodos são mais seguros e eficazes e estão disponíveis para o uso. Existem vários tipos que podem ser usados dependendo do que é melhor para você e para o seu corpo.

 

 

 

O QUE É O DIU?

Um dispositivo intra-uterino (DIU) é um pequeno dispositivo plástico em forma de T que é colocado no útero para prevenir a gravidez. Uma corda de plástico é anexada ao fim para garantir a colocação correta e para a remoção. O DIU é inserido no útero da mulher pelo seu médico. Uma corda de plástico amarrada ao final do DIU desliza pelo colo do útero na vagina. Você pode verificar se o DIU está no lugar, sentindo para essa corda. A corda também é usada por seu médico para remover o dispositivo.

 

COMO FUNCIONA

Ambos os tipos de DIU evitam a fertilização do ovo danificando ou matando o esperma. Uma vez que o DIU é colocado você pode retornar a atividades normais, como sexo, exercício e natação assim que estiver confortável. A atividade física extenuante não afeta a posição do DIU. Você também pode usar os absorventes íntimos assim que desejar após a colocação desse dispositivo. Uma corda fica a cerca de 3 cm do colo do útero, mas não fica fora da vagina.

 

VANTAGENS

O DIU é um dos métodos anticoncepcionais mais populares, especialmente para contracepção reversível em longo prazo, pois pode ser facilmente ajustado e removido. Suas vantagens incluem:

• É altamente eficaz, com uma taxa de sucesso de 98-99 por cento ao longo de cinco anos de uso do DIU;

• Pode ser usado por quase qualquer mulher, incluindo que não engravidaram.

• Sua ação dura dez anos se não for removida entre;

• O início da ação é imediato;

• É independente da atividade sexual;

• Não interfere na relação sexual;

• É adequado para mulheres lactantes;

• Fertilidade retorna prontamente na descontinuação;

• Pode ser usado por mulheres que estão em qualquer tipo de medicação;

• Não está associado ao câncer de qualquer órgão ao contrário da contracepção hormonal;

• Não causa ganho de peso;

• Não costuma afetar o humor ou o desejo sexual.

 

Também é adequado para mulheres que não podem usar anticoncepcionais contendo estrogênio, tais como:

• Aquelas com história de tromboembolismo venoso;

• Aquelas com acidente vascular cerebral, infarto do miocárdio ou outras formas de doença arterial;

• Aquelas com diabetes;

• Aquelas sujeitos a enxaquecas;

• Mulheres com mais de 35 anos que fumam pesadamente.

 

DESVANTAGENS

Apesar dos benefícios óbvios de um DIU, apresenta pequenas e principais desvantagens, tais como:

• Menorragia é uma queixa frequente, assim como a dismenorréia e a polimenorréia. Estes são os principais motivos para a interrupção do DIU;

• Não oferece proteção contra infecções sexualmente transmissíveis (DST);

• Existe um risco leve (1%) de se adquirir infecção uterina durante a inserção do DIU dentro de 20 dias após o procedimento. Isso é aumentado se a mulher é propensa a ter DST. As mulheres devem ser testadas para gonorréia ou clamídia antes da inserção e para qualquer outro organismo, se assim o solicitarem. Felizmente, as infecções pélvicas com o DIU no útero podem ser tratadas adequadamente sem remover o dispositivo;

• A expulsão do DIU pode ocorrer especialmente durante os primeiros três meses. Sendo mais comum em mulheres nulíparas, ou aqueles que a inseriram imediatamente pós-parto ou pós-aborto. O risco é de aproximadamente 5%. Se o dispositivo for expulso e a perda só for observada após alguns dias, a contracepção de backup deve ser imediatamente adotada;

• A perfuração uterina pode ocorrer em 0,1% das mulheres durante a inserção. Isso pode se manifestar como dor abdominal inferior. Neste caso será necessária uma remoção cirúrgica do DIU;

• Existe um maior risco de gravidez ectópica se a concepção ocorrer com um DIU, embora seja raro isso ocorrer.

 

CUIDADOS

• Você pode experimentar algumas cólicas suaves e sangramento leve por 1 ou 2 dias. Use uma garrafa de água quente ou uma almofada de aquecimento ajustada na sua barriga para aliviar a dor;

• Caso sinta dois, evite tomar medicação sem a indicação de seu médico;

• Verifique o fio do DIU após cada período. Para fazer isso, insira um dedo na vagina e sinta o colo do útero, que está no topo da vagina e sente-se mais do que o resto da vagina. Você deve ser capaz de sentir o fio fino e plástico saindo da abertura do colo do útero. Se você não consegue sentir a corda, use outra forma de controle de natalidade e faça uma consulta com seu médico para que a corda seja verificada;

• Se o DIU sair, guarde-o e busque o mais rápido possível uma consulta com seu ginecologista;

• Use preservativos para se proteger de DST’s e possíveis gravidez.

É sempre de extrema importância que você faça um acompanhamento com seu médico e converse com ele sobre todas as contra-indicações e efeitos colaterais possíveis.

 

Contatos: (61) 3447-2000 / 3447-2007

________________________

Conte com nossas especialidades:

• Angiologia

• Dermatologia

• Endocrinologia

• Otorrinolaringologia

• Nutrição

• GO / Obstetrícia

• USG

• Doppler

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

April 19, 2018

March 29, 2018

March 22, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags