Sudez: os cuidados e tratamentos.

A surdez pode ser causada por fatores genéticos, uso de medicamentos, barulho excessivo entre outras causas. Avanços recentes do tratamento e reabilitação da surdez fazem com que os pacientes que sofrem de perda auditiva de qualquer grau tenham um tratamento.

 

 

 

A orelha pode ser dividida em três partes: externa, média e interna. A membrana do tímpano é a divisão entre as porções externa e média da orelha. Nesta última se situam os três ossículos da audição, os menores ossos do corpo humano: martelo, bigorna e estribo. Estes são responsáveis por transmitir à orelha interna os sons que chegam ao tímpano. A cóclea (orelha interna) é o órgão que transforma as vibrações mecânicas dos ossículos em impulsos elétricos e os envia ao cérebro através do nervo auditivo.

 

A surdez ou perda auditiva pode surgir após um problema em qualquer uma das três partes da orelha mencionadas anteriormente. Quando resultante de um acúmulo e cerume na orelha externa ou de catarro na orelha média o tratamento médico com uma limpeza ou uso de medicamentos, por exemplo, podem ser totalmente curativos.

 

Entretanto, em muitos casos, a perda auditiva decorre de uma lesão na cóclea (orelha interna). Esta lesão pode ocorrer por fatores genéticos, barulho excessivo, uso de medicamentos tóxicos, alterações específicas no metabolismo, entres outras causas. Nestes casos a medicina não dispõe ainda de métodos curativos. Porém, a grande maioria destes pacientes pode se beneficiar de aparelhos auditivos ou, nos casos de surdez severa ou profunda (total), do implante coclear.

 

A audiometria deve ser realizada sempre que houver qualquer suspeita de que a audição não esteja normal e após uma consulta com o médico otorrinolaringologista. Neste exame, o paciente é colocado dentro de uma cabine com isolamento acústico usando um fone de ouvido. Um profissional médico produz estímulos auditivos em diversas freqüências com um fone de ouvido e obtém do paciente a sinalização se ele está ouvido. Ao final se obtém um gráfico que mostra o estado da audição. Nas crianças a partir de 2 ou 3 anos, a audiometria é realizada com jogos e estímulos visuais adequados para a idade.

 

A possibilidade de tratamento e a escolha do método a ser aplicado a cada caso pode depender das causas, do tipo de perda auditiva (condutiva ou sensorioneural) e do grau desta perda. Desta forma, a maioria dos casos de surdez condutiva, aqueles oriundos de problemas da orelha média (otites, otosclerose) ou externa, podem ser tratados, total o parcialmente por tratamentos médicos, remédios e algumas cirurgias.

 

O maior desafio se dá no tratamento dos pacientes com a surdez sensorioneural, causada por danos as estruturas dentro da cóclea ou no nervo auditivo. Esta é, na maioria das vezes, uma lesão de estruturas nervosas, como neurônios ou as chamadas células ciliadas. Para estes casos, a opção se dá muitas vezes por aparelhos auditivos, amplificadores, que têm tido grande avanço na atualidade com a introdução de novos avanços tecnológicos. Além disto, possuem tecnologia sem fio para comunicação com aparelhos de som, celulares, computadores. Do ponto de vista externo, os aparelhos auditivos vêm se tornando cada vez menores e mais estéticos e já não trazem mais o estigma de antigamente.

 

Ficou com alguma dúvida? Conte com a gente para te ajudar!

 

www.novapelle.com.br

 

Contatos: (61) 3447-2000 / 3447-2007

________________________

Conte com nossas especialidades:

• Angiologia

• Dermatologia

• Endocrinologia

• Otorrinolaringologia

• Nutrição

• GO / Obstetrícia

• USG

• Doppler

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

April 19, 2018

March 29, 2018

March 22, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags